• Torah scroll

    Torah scroll

  • Torah scroll

    Torah scroll

Blog

O Fim Histórico da Aliah iemenita:

Sharansky: "De Operação Tapete Mágico em 1949 até os dias de hoje, a Agência Judaica ajudou a trazer para Israel os judeus iemenita. Hoje terminamos essa missão histórica".

O último grupo de imigrantes judeus iemenitas desembarcou em Israel na noite de domingo 20 março, 2016, após uma operação secreta e complexa coordenada pela Agência Judaica para Israel, trazendo assim a histórica Aliyah iemenita  para o seu fim. Cerca de duas centenas de judeus foram secretamente resgatados do Iêmen pela Agência Judaica nos últimos anos, incluindo várias dezenas nos últimos meses, por causa dos ataques contra a comunidade judaica que aumentaram e por causa da guerra civil que está acontecendo neste país.

O Presidente da Agência Judaica Natan Sharansky disse: "Este é um momento muito significativo na história de Israel e da Aliah. De Operação Tapete Mágico em 1949 até os dias de hoje, a Agência Judaica ajudou a trazer judeus iemenita para sua casa em Israel. Hoje trazemos essa missão histórica ao fim. Este capítulo na história de uma das mais antigas comunidades judaicas do mundo está chegando ao fim, mas a comunidade dos judeus iemenita é única, e tem 2.000 anos de contribuição para o povo judeu, e isso vai continuar no Estado de Israel. "

Dezenove indivíduos chegaram em Israel nos últimos dias, incluindo quatorze da cidade de Raydah e uma família de cinco membros de Sanaa. O grupo de Raydah, incluído o rabino da comunidade, que trouxe um rolo da Torá, considerado a ter entre 500 e 600 anos de idade. O pai do chefe da família de Sanaa foi Aharon Zindani, que foi assassinado em um ataque anti-semita em 2012. A Agência Judaica arranjado para trazer os restos de Zindani para um enterro em Israel e também coordenou a Alia secreta de sua esposa e crianças na época.

Mais de 51.000 judeus iemenitas imigraram para Israel desde a  fundação do Estado em 1948. A maioria da comunidade, cerca de 50.000 pessoas no total, foi trazida para Israel na famosa Operação "tapete mágico", que teve lugar em 1949 e 1950. Hoje, centenas de milhares de judeus de origem iemenita estão vivendo em Israel, e muitos tiveram impacto profundo sobre a sociedade israelense, incluindo cantores como Ofra Haza, Noa (Noa), Gali Atari, e Shoshana Damari; medalhista olímpico Shahar Tzuberi; ex-Presidnte da Knesset Israel Yeshayahu; e o famoso rabino Yitzhak Amnon.

Os ataques contra os judeus no Iêmen aumentaram acentuadamente desde 2008, quando o educador judeu Moshe Ya'ish Nahari foi assassinado em Raydah. Em 2012, Aharon Zindani foi assassinado em Sanaa e uma jovem judia foi seqüestrada, forçada a se converter ao Islã, e forçosamente casar com um muçulmano. Como Iêmen entrou em guerra civil e a situação humanitária no país piorou, a comunidade judaica encontrou-se cada vez mais em perigo. Como resultado, a Agência Judaica realizo inúmeras operações secretas para salvar judeus do Iêmen e trazê-los para Israel, resgatando alguns duzentos nos últimos anos.

Cerca de cinquenta judeus permanecem no Iêmen, incluindo aproximadamente quarenta em Sanaa, onde vivem em um composto fechado adjacente à embaixada americana, aproveitando a protecção das autoridades iemenitas. Eles optaram permanecer no país sem infra-estrutura comunitária ou de organização judaica. A Agência Judaica continuará a ajudar a qualquer judeu que deseja fazer Israel a casa dele ou dela.

Nas FOTOS: O último grupo de imigrantes judeus do Iêmen chega a Israel acompanhado por um antigo rolo da Torá, 20 de março de 2016.

Crédito da foto: Arielle Di-Porto, para a Agência Judaica para Israel.

23 Mar 2016 / 13 Adar II 5776 0
  •   Print